O estilo de vida contemporâneo influencia a saúde das pessoas em vários sentidos. Entre a população das grandes cidades, a relação entre os hábitos alimentares e o surgimento de diversas doenças está se tornando cada vez mais complexa. Nesse sentido, saber como encontrar um nutrólogo no RJ é essencial.

Mas você sabe qual a diferença entre nutrólogo e nutricionista? Entender essa distinção é essencial para alcançar os objetivos do tratamento. Vale ressaltar que a busca por esses profissionais pode auxiliar em questões relacionadas à obesidade, ao ganho de massa muscular e ao planejamento nutricional, entre outras.

Por isso, vamos explicar as funções do nutrólogo e do nutricionista e as principais diferenças entre eles. Vamos também mostrar a importância do suporte desses profissionais para a prevenção de doenças e a promoção da vida saudável. Acompanhe!

Qual a função do nutrólogo e do nutricionista?

O papel de ambos é promover a correção dos diferentes desequilíbrios nutricionais e propor soluções por meio de um plano alimentar adequado e que tenha os nutrientes necessários

É praticamente impossível reverter doenças ligadas a questões nutricionais ou desajustes metabólicos sem pensar na importância da reeducação alimentar. Por isso, o trabalho desses dois profissionais — nutricionista e nutrólogo  — é primordial para a reabilitação da saúde.

Também é essencial analisar as deficiências ou os excessos nutricionais para indicar os macro e micronutrientes que devem ser ingeridos. Os macronutrientes são os elementos necessários em maior quantidade e que têm a função de fornecer energia ao corpo. Pertencem a essa classe os carboidratos (açúcares), os lipídios (gorduras) e as proteínas (carne, leite e soja).

Já o grupo de micronutrientes é necessário em quantidades menores, embora seja igualmente importante para o equilíbrio das funções orgânicas. As vitaminas e minerais são os componentes mais importantes dessa classe de nutrientes.

As duas áreas são fundamentais para a saúde e se complementam, ainda que tenham enfoques diferentes. Listamos as principais funções de cada um deles. Confira!

Nutrólogos:

  • avaliação clínica mais detalhada sobre a causa do desvio nutricional e da origem da doença;
  • prescrição de medicamentos complementares à dieta ou para terapêutica contra as doenças;
  • capacitação para avaliar e diagnosticar os fatores que podem ser a razão do ganho ou da perda de peso;
  • atuação também em hospitais como integrante da equipe médica responsável pela avaliação nutricional dos pacientes internados.

Nutricionista:

  • acompanhamento do tratamento e análise dos efeitos das medicações prescritas;
  • elaboração de dietas específicas e de controle alimentar de acordo com a necessidade dos ajustes metabólicos;
  • suporte direcionado à avaliação das dietas, por meio de cálculos e de análise do estado nutricional dos pacientes;
  • apoio domiciliar e orientação para familiares de pacientes acamados e com dietas restritivas.

Quais as diferenças entre nutrólogo e nutricionista?

Listamos algumas diferenças entre essas duas profissões. Confira quais são!

Formação profissional

O nutrólogo é um médico especializado em nutrologia. Assim, o profissional precisa frequentar a faculdade de medicina por 6 anos e depois se especializar em nutrologia na residência médica.

Um dos requisitos dessa área é cursar disciplinas de clínica médica e de cirurgia geral. Esse conteúdo acadêmico é essencial para assegurar o preparo adequado ao suporte nutricional exigido pelas doenças mais graves.

O nutricionista, por sua vez, precisa se graduar em nutrição para exercer a profissão. A especialização na área, no entanto, é opcional. Já o nutrólogo depende da especialização para atuar. É exatamente essa formação específica que permite a avaliação mais criteriosa dos benefícios e malefícios da ingestão dos nutrientes sobre a evolução das doenças.

Ter conhecimento dessas diferenças é fundamental para direcionar os tratamentos de acordo com o perfil do paciente ou o grau de comprometimento da saúde. Logo, a decisão de escolher um nutrólogo no RJ deve considerar esses fatores, já que o tratamento correto pode minimizar o risco de erros eventuais.

Habilitação para tratar doenças crônicas

Além do foco em alimentação relacionada a doenças crônicas, a grade curricular do nutrólogo inclui disciplinas específicas em nutrição e saúde do idoso. Dado o aumento da longevidade da população, principalmente nas grandes cidades, encontrar um bom nutrólogo no RJ é imprescindível para a manutenção e a prevenção da saúde na terceira idade.

Autorização para prescrever receitas médicas

O nutrólogo pode fazer prescrição de receitas médicas e de dietas, conforme a necessidade nutricional indicada pelo diagnóstico da doença específica.

Geralmente, esse médico prioriza orientações a respeito da adoção de uma alimentação mais equilibrada e que permita a correção do peso corporal ou a redução dos impactos gerados sobre a função dos órgãos.

Como apoio e suporte nutricional, o papel do nutricionista é montar uma dieta personalizada a partir da avaliação dos nutrientes importantes e que precisam ser repostos. Esse profissional pode fazer um trabalho integrado com o nutrólogo e ensinar hábitos mais saudáveis e que promoverão um equilíbrio maior ao organismo.

Em quais casos procurar cada um desses profissionais?

O nutricionista tem um conhecimento bem mais amplo sobre as funções e os benefícios dos alimentos para o organismo. Por sua vez, o nutrólogo está apto à avaliação médica e à prescrição de terapias específicas para combater doenças associadas aos desequilíbrios alimentares.

Saiba, então, quando procurar cada um desses profissionais e saiba o momento certo de buscar um nutrólogo no RJ para auxiliar em seu tratamento.

Nutricionista

O nutricionista pode ajudar em diferentes casos de apoio à reabilitação da saúde. Veja!

Necessidade de cardápios personalizados

O nutricionista é o indicado para elaboração de cardápios específicos em decorrência de alguma reação indesejada provocada por determinados alimentos. Casos de intolerância à lactose, ao glúten ou hipersensibilidade a corantes artificiais são exemplos práticos da necessidade de uma dieta individualizada.

Nessas situações, o nutricionista vai elaborar um cardápio adaptado às necessidades do paciente, além de fornecer todo o suporte e orientação nutricional individualizada. Isso minimiza os efeitos indesejados de certos nutrientes sobre o organismo, além de diminuir os riscos de evolução para doenças mais graves.

Elaboração e acompanhamento de dietas de emagrecimento

A opção pela reeducação alimentar, além de reverter doenças e complicações metabólicas, ainda promove maior equilíbrio das funções fisiológicas. Por isso, a busca de medidas que melhorem a qualidade de vida é o ponto chave para motivar as pessoas que precisam de dietas de emagrecimento.

Nutrólogo

Veja a seguir em quais situações se deve procurar um nutrólogo no RJ.

Desvio nutricional

Nem sempre a adoção de uma alimentação balanceada e considerada normal para a maioria da população suprirá as necessidades nutricionais individuais. Um dos exemplos clássicos são os desvios nutricionais que ocorrem na terceira idade.

O natural processo de envelhecimento celular reduz a absorção dos macro e dos micronutrientes e faz com que o idoso precise repor certos elementos. Se existem idosos com essa condição na sua família, um nutrólogo vai tratar o problema e o nutricionista pode acompanhar a evolução do tratamento.

Doenças metabólicas 

Devido à formação em medicina, o profissional da nutrologia pode diagnosticar e realizar o tratamento para diversas doenças relacionadas aos desajustes metabólicos. As mais comuns são obesidade, hipertensão arterial e diferentes tipos de diabetes.

Além disso, um bom nutrólogo no RJ pode trabalhar em conjunto com o nutricionista orientando sobre a identificação de possíveis erros alimentares que contribuam para o desenvolvimento de enfermidades. A escolha de uma clínica especializada nesse segmento no Rio de Janeiro direciona para mudanças importantes em prol do bem-estar e de um estilo de vida mais saudável.

Agora que você já sabe as diferenças entre o nutrólogo e o nutricionista, visite o site da Longevitat e conheça nossas soluções em saúde do envelhecimento!