Você já ouviu falar em Novembro Azul? A campanha de conscientização a respeito do câncer de próstata e da saúde masculina ganha força a cada ano, com as pessoas entendendo cada vez mais sua importância.

Conhecido internacionalmente como Movember, o movimento alerta para a necessidade da rotina de exames para diagnosticar possíveis problemas. Ao longo deste texto explicamos a origem e a relevância do Novembro Azul, além de abordar o câncer de próstata e seu tratamento. Confira!

O que é o Novembro Azul?

Reza a lenda que o Movember, movimento pioneiro na causa e que inspirou os demais, nasceu em um bar na Austrália no ano de 2003. De acordo com seus criadores, Travis Garonne e Luke Slattery, a ideia surgiu quando debatiam sobre o desaparecimento do uso de bigode.

Travis e Luke se inspiraram em um movimento que juntava fundos para o combate ao câncer de mama e criaram sua própria forma de arrecadação. A regra era cultivar o bigode e cobrar 10 dólares de cada bigodudo. A história se espalhou, e os fundos arrecadados passaram a ser destinados ao combate ao câncer de próstata.

No Brasil, o Instituto Lado a Lado pela Vida foi o primeiro a abordar o câncer de próstata, em 2008. A campanha, chamada “Um Toque, Um Drible”, buscava quebrar o tabu em relação à saúde masculina e trazer informações sobre a doença.

Em 2012, seguindo a tendência mundial, o Instituto escolheu novembro como o mês oficial da campanha. Nascia, assim, o Novembro Azul. O movimento tem enorme relevância na disseminação de informações sobre saúde masculina e na quebra de tabus, como a desmitificação do exame de toque. 

O que é o câncer de próstata?

O câncer de próstata é o tipo de câncer mais comum entre os homens. A região afetada, a próstata, é uma glândula localizada abaixo da bexiga e na frente do reto. Responsável pela produção de até 70% do sêmen, torna-se crucial para a fertilidade masculina. Estima-se que 1 a cada 6 homens vão apresentar a doença, que é mais comum a partir dos 65 anos de idade. Por isso, é altamente recomendado que os exames de prevenção sejam realizados a partir dos 45 anos.

Alguns dos sintomas apresentados por pacientes com esse tipo de câncer são:

  • vontade urgente de urinar;

  • dificuldade de urinar;

  • disfunção erétil;

  • presença de sangue na urina;

  • dor nos testículos; e

  • insuficiência renal.

Como é a prevenção e o tratamento?

O câncer de próstata é tratado com maior facilidade se descoberto no seu estágio inicial. Por isso, é fundamental conversar com homens à sua volta sobre a importância de consultar o médico periodicamente e não esperar o surgimento de sintomas. 

É recomendado que homens a partir dos 45 anos realizem anualmente o exame de toque, como rotina médica. O exame dura menos de dois minutos, é indolor e não deixa sequelas. Além disso, é considerado muito menos desconfortável do que a maioria das rotinas ginecológicas. 

Infelizmente, muitos homens ainda temem o exame de toque. Isso acontece por desinformação ou por um simples tabu social, já que o exame requer que o médico introduza o dedo no reto do paciente. Esse tipo de preconceito é infantil e apenas ajuda a aumentar a incidência da doença. Converse com seu marido, pai ou amigo. Quanto mais homens entenderam a importância e a simplicidade do exame de rotina, mais fortes estaremos no combate a essa doença.

Ficou clara a importância do Novembro Azul? A conscientização a respeito do câncer de próstata e da saúde masculina é muito significativa, e todos podem ajudar nessa batalha!

Informe os homens de sua família sobre o tratamento e ajude a quebrar esse tabu que mantém tantos homens longe do consultório médico. O câncer de próstata tem grandes chances de tratamento se o diagnóstico for feito no início, e negligenciar os exames de prevenção pode ter consequências graves. 

Quer mais informações sobre saúde para você e sua família? Então assine nossa newsletter e fique por dentro de tudo!