banner agende uma consultaPowered by Rock Convert

Manter os hormônios funcionando de forma equilibrada é de extrema importância para a saúde de qualquer indivíduo. Essa é, basicamente, a função do médico com especialidade em endocrinologia. Por isso, se você estiver procurando por um endocrinologista na zona norte do RJ, dê uma olhada neste artigo!

Você sabe o que são hormônios? Trata-se de substâncias químicas que regulam quase todas as funções orgânicas do nosso corpo. Portanto, é justo dizer que o campo de atuação do profissional de endocrinologia é bastante vasto, assim como sua importância para a saúde geral das pessoas.

Neste post, vamos explicar a importância de contar com esse profissional e detalhar o que ele faz. Além disso, vamos indicar algumas ocasiões em que você deve consultar um médico endocrinologista. Confira!

O que faz um endocrinologista?

De forma resumida, o endocrinologista é o profissional de saúde que trata das glândulas endócrinas. Elas encontram-se em diferentes áreas do corpo e são responsáveis pela produção de hormônios. Cada hormônio tem suas próprias ações, que só são possíveis de serem realizadas mediante a sua liberação no sangue, pela glândula, para encontrar seu órgão-alvo.

Acontece que nem sempre essa introdução de substâncias no sangue é feita de forma equilibrada. Assim, o desequilíbrio hormonal pode trazer consequências sérias ao organismo, como a alteração no peso, a variação do nível de glicose no sangue e o surgimento de problemas de tireoide. 

E, então, como o endocrinologista pode ajudar? O primeiro passo é identificar o desequilíbrio hormonal e realizar o diagnóstico das consequências trazidas para o corpo. A partir daí, o profissional indica o tratamento e acompanha os pacientes que sofrem de alguma patologia provocada por essa desordem hormonal.

O que provoca a desordem hormonal?

O distúrbio na distribuição das glândulas hormonais pode ser causado por fatores genéticos, de estilo de vida ou ambientais. Como fatores ambientais, podemos classificar as substâncias químicas presentes no nosso cotidiano, conhecidas como desreguladores endócrinos. 

Os desreguladores podem ser encontrados em pesticidas, embalagens plásticas, alimentos enlatados e até mesmo na água potável. Dessa forma, os distúrbios endócrinos podem ser separados em três grupos, dependendo se sua causa for por:

  • deficiência hormonal;
  • níveis hormonais excessivos;
  • desenvolvimento de tumores nas glândulas endócrinas. 

Como é o tratamento?

O tratamento de doenças endócrinas tem maior eficiência quando o problema é encontrado cedo. Quando a deficiência hormonal é comprovada, o processo pode envolver o uso de medicamentos para realizar uma reposição hormonal. 

Em outros casos, a disfunção pode ser causada pela interferência de medicamentos, fazendo-se necessário reavaliar toda a prescrição médica. Os tratamentos sugeridos vêm sempre acompanhados de uma dieta recomendada para balancear os componentes exigidos pelo corpo. 

É extremamente importante não iniciar nenhum tipo de tratamento sem o acompanhamento de um profissional competente para tal. Por isso, no próximo tópico vamos indicar algumas situações em que um endocrinologista deve ser procurado.

Quando procurar um endocrinologista?

O profissional de endocrinologia deve ser procurado quando há algum tipo de sintoma que sugira a existência de alguma doença endócrina. É difícil definir quais seriam esses sintomas, já que eles variam muito de acordo com o hormônio em questão. Vamos citar alguns dos casos mais comuns a seguir.

Obesidade

A obesidade é um problema que vem despertando muita atenção no Brasil. Ela já é uma realidade para quase 20% da população nacional e teve um aumento de 110% entre os jovens em um período de 10 anos. Sua incidência é preocupante, já que é um fator de risco para o desenvolvimento de diabetes e outros problemas. 

O que muita gente não sabe é que, em muitos casos, a obesidade não está ligada apenas a hábitos cotidianos, como má alimentação ou falta de atividades físicas. Certas pessoas têm maior dificuldade em perder peso por conta de distúrbios hormonais, que podem ser excessos ou deficiências. 

Nesse caso, o médico endocrinologista fará os exames necessários para identificar o que está causando o problema para, aí sim, iniciar o tratamento. 

Distúrbios da tireoide

A tireoide é uma glândula que fica na região do pescoço e tem como função a produção de dois tipos de hormônio: T3 e T4. Eles têm enorme importância para o bom funcionamento de diversas funções do organismo. Sua produção pode ser maior que o requerido pelo corpo (hipertireoidismo) ou menor do que o nível exigido (hipotireoidismo). 

No primeiro caso, de hipertireoidismo, quando a glândula trabalha em excesso, o paciente apresenta sintomas como:

  • transpiração acelerada; 
  • calor excessivo;
  • fraqueza muscular;
  • perda de peso;
  • diarreia;
  • irritabilidade.

Já no hipotireoidismo, quando a produção de hormônios é menor do que o esperado, alguns dos sintomas apresentados são:

  • sonolência;
  • dificuldade em perder peso;
  • cansaço constante;
  • cabelos fracos;
  • unhas fracas;
  • infertilidade. 

A ida ao endocrinologista pode identificar o que está causando esses sintomas e, assim, iniciar o tratamento adequado para suplantá-los. 

Diabetes

A diabetes é uma doença caracterizada pela alteração dos níveis de açúcar no sangue, causada pela ineficiência na produção ou ação da insulina, um hormônio produzido pelo pâncreas. 

Na maioria dos casos, as alterações que resultam no diagnóstico da diabetes começam a ocorrer muito antes que a doença seja identificada. Por isso, quanto antes forem implementadas medidas de prevenção, melhor para a saúde do indivíduo. 

Portanto, além do acompanhamento regular, é recomendado que a pessoa visite o endocrinologista caso note o surgimento de um dos sintomas da doença. Alguns dos principais são:

  • aumento do apetite;
  • emagrecimento;
  • sede constante;
  • maior frequência de urina;
  • fadiga;
  • mudanças de humor.

Deficiência de vitamina D

A vitamina D é responsável por possibilitar a absorção de cálcio dos alimentos. Por isso, sua deficiência pode ter ligação direta com problemas no sistema imunológico e cardiovascular

Além disso, essa vitamina tem uma função crucial: ela auxilia na absorção de cálcio pelo corpo. Isso transforma-a em uma aliada imprescindível para o tratamento de doenças ligadas à perda de massa óssea, como é o caso da osteoporose. 

A principal fonte de vitamina D de que dispomos é a exposição ao sol. Por meio dos raios UVB solares, sua produção é estimulada. Também é possível ter acesso a ela mediante a ingestão de alimentos, como peixes de água salgada, mas é impossível manter o nível adequado apenas com a alimentação. 

Logo, no caso de alguém apresentar baixos níveis dessa vitamina, a visita ao endocrinologista é essencial. Por meio da análise sanguínea, o profissional pode diagnosticar o problema com total embasamento e iniciar o tratamento adequado. 

Contar com um profissional com atuação tão ampla na saúde e bem-estar do indivíduo é fundamental em todas as fases da vida. O endocrinologista é responsável por balancear corretamente os hormônios que têm influência direta no funcionamento do nosso corpo. 

Quer visitar um endocrinologista na zona norte do RJ? A Longevitat é uma clínica localizada na Tijuca que conta com um atendimento humanizado e voltado para o bem-estar geral do paciente.

E aí, ficou clara a importância do endocrinologista e como ele pode ser essencial para a manutenção de sua saúde? Quer saber mais sobre os serviços médicos oferecidos pela Longevitat? Entre em contato agora mesmo e agende sua visita!