Envelhecer bem é a expectativa de todas as pessoas que já pararam por um momento para pensar em seu futuro pessoal. Com o crescimento da população de pessoas com mais de 60 anos no Brasil, é natural que cresça também a atenção aos cuidados com os idosos.

Todos queremos chegar à terceira idade com saúde física e mental suficiente para desfrutar de um envelhecimento saudável, aproveitando a vida da melhor maneira possível. Para isso, uma opção muito comum é buscar uma clínica para idosos. 

Muitas vezes, o responsável por ir atrás dessa clínica é um membro da família que busca qualidade de vida para o seu parente idoso. Neste texto, vamos listar algumas dicas a serem consideradas no processo de escolha da clínica. 

Conheça a clínica para idosos

A fase de escolha da clínica é muito importante e deve receber bastante cuidado e atenção. Por isso, antes de tomar a decisão, busque conhecer melhor o maior número possível de clínicas próximas e avaliar seus aspectos positivos e negativos. 

Um fator que deve sempre ser levado em consideração é o conforto do idoso. Por isso, busque entender suas necessidades e suas características pessoais, para que ele seja encaminhado à clínica que melhor o acolherá. Nesse momento, a opinião do idoso em questão deve ter muito valor. 

Devido à crescente variedade de clínicas nesse ramo, chegar a uma decisão pode ser um processo tortuoso. Para facilitar esse processo, vamos listar alguns cuidados essenciais que devem ser tomados na fase de escolha do melhor estabelecimento. 

Analise as condições de acessibilidade

Um ambiente claro, limpo e com boa acessibilidade é um indicador fundamental para uma boa qualidade de vida. Como sugerido acima, busque visitar pessoalmente as clínicas e analisar as condições apresentadas por cada uma. Observe os idosos já atendidos pelo local e, se não for incômodo, peça opinião de outras famílias. 

Rampas e corrimãos pelos jardins e corredores, por exemplo, são detalhes pequenos, mas que podem ser fundamentais para o bem-estar da pessoa. Verifique se a clínica para idosos em questão demonstra preocupação com esses pequenos grandes detalhes. 

Outra preocupação que se deve ter em mente no momento de decisão é a segurança cotidiana oferecida pela clínica. Isso vai desde o cuidado com objetos cortantes até a presença de pisos antiderrapantes. É crucial ter a certeza de que o idoso poderá circular pela área com certa independência, sem correr riscos de lesões ou acidentes. 

Como cada pessoa apresenta particularidades em suas condições, trace um paralelo entre a estrutura da clínica e as necessidades do idoso. Idosos com dificuldade de enxergar, por exemplo, podem ser mais beneficiados em ambientes amplos, sem a preocupação de postes ou qualquer tipo de obstáculo pelo caminho. 

Observe se a clínica é regulamentada

Em resolução instituída em 2005, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) define normas de funcionamento que devem ser seguidas por clínicas para idosos. O descumprimento dessas normas pode resultar até na interdição do estabelecimento. Essas normas incluem algumas medidas de segurança, como corrimãos, janelas protegidas e campainhas de alarme próximas à cama do idoso. Também engloba medidas de higiene e alimentação. 

Verifique a qualidade de atendimento

Após analisar e avaliar o espaço físico da clínica, volte sua atenção para o material humano, ou seja, os profissionais que ali trabalham. Procure saber se esses profissionais são formados ou especializados no assunto, o que pode fazer com que as demandas do idoso, que podem ser diversas, sejam atendidas com mais qualidade.

Depois de analisar o caráter profissional do corpo de funcionários, avalie também o seu lado humano. Busque observar se eles tratam os idosos de forma tranquila e paciente, o que é crucial para o bem-estar, a tranquilidade e o conforto do idoso.

Se possível, procure se engajar em conversas com os profissionais. Observe se eles são prestativos e dispostos a sanar dúvidas e questionamentos. Essa comunicação entre tratadores e familiares é de vital importância para construir uma linha de confiança entre a família, o idoso e a clínica.

Por fim, observe a variedade dos profissionais atuantes na clínica. Uma clínica especializada em envelhecimento deve contar não só com cuidadores e geriatras, mas também com profissionais de outras áreas, como cardiologistas, nutricionistas, endocrinologistas, entre outros. 

Consulte a opinião do idoso

Por mais que seja natural que a família tome as rédeas da situação, a opinião do idoso não deve nunca ser negligenciada. O processo de escolha de uma clínica para idosos pode ser duro e doloroso, por isso a opinião do paciente deve ser encarada como fator determinante.

É natural que os mais velhos apresentem certa relutância à ideia de iniciar um tratamento em uma clínica especializada. Muitas vezes, o idoso pode sentir-se isolado e impotente, principalmente se notar que decisões estão sendo tomadas por ele. Deixe-o fazer parte do processo de decisão, escute o que tem a dizer e reforce a importância da clínica. 

Idosos necessitam sentir-se amados e capazes. Durante todo o processo de escolha da melhor clínica para idosos, trate-o com amor, carinho e paciência. Seja solícito para sanar as dúvidas que possam incomodar seu familiar e esteja certo de que ele entende a importância do que estão fazendo. 

Por fim, busque indicá-lo a uma clínica que atenda idosos com características físicas e mentais compatíveis com as dele. Isso facilita na integração com outros pacientes, evitando conflitos e favorecendo o desenvolvimento da autoestima. 

Ao longo deste texto, buscamos reforçar os fatores mais importantes a serem considerados na hora de escolher a melhor clínica para idosos para o seu familiar. Para garantir o conforto do idoso, reforçamos a importância de levar o processo com muito cuidado e atenção. Além da opinião geral do paciente, é importante ter em mente alguns cuidados, como acessibilidade, regularização da clínica e qualidade do atendimento. 

Agora que você tem essas informações, fica mais fácil escolher a clínica que melhor se adequará ao que você busca e às necessidades dos idosos em sua família. 

E aí, achou útil o conteúdo? Está preparado para tomar essa decisão tão importante? Então, entre em contato conosco caso ainda tenha dúvidas ou queira mais informações!