Os animais de estimação estão cada vez mais presentes nos lares de muitas famílias. Não há como negar que esses bichinhos oferecem grande companheirismo e amor incondicional aos seus donos. Mas você sabia que eles também podem proporcionar muitos benefícios à terceira idade?

A presença de um pet no dia a dia ajuda a combater o isolamento e a solidão que alguns idosos sofrem por conta do falecimento do cônjuge ou porque os filhos já se casaram e construíram a sua própria família. Também os estimula a serem mais sociais e ativos, praticar atividades físicas que não estão acostumados, cuidar mais da saúde e muitos outros fatores.

Sabendo disso, preparamos este post especial com os principais benefícios que cães, gatos e outros bichinhos podem proporcionar à saúde e à qualidade de vida do idoso. Quer saber quais são? Então, continue a leitura e confira!

Diminuem o sedentarismo

Ter animais de estimação em casa faz com que os idosos, que muitas vezes estão aposentados, tenham uma vida mais ativa. Isso acontece porque, ao cuidar de um bichinho, é necessário alimentá-lo, mantê-lo ativo e levá-lo para passear.

Dar uma volta com um cachorro por, pelo menos, uma hora combate o sedentarismo e garante que os adultos com mais de 65 anos sejam mais ativos fisicamente. Além disso, promove uma intensa sensação de bem-estar e contribui para sua saúde mental. O ato de caminhar também aumenta a coordenação motora e faz com que o cérebro responda a estímulos sonoros, visuais, táteis e olfativos.

Previnem a depressão

Os idosos, em sua grande maioria, sofrem de solidão por conta do falecimento do parceiro ou pelo fato dos filhos terem construído uma nova família e morarem em suas próprias casas. Por isso, eles precisam se sentir seguros, amados e terem grande contato emocional e sensorial com outros seres. Do contrário, podem desenvolver quadros de depressão e profunda tristeza.

A boa notícia é que os animais de estimação são grandes aliados nesses quesitos, já que a interação e a companhia dos bichinhos podem ser muito reconfortantes e calorosas, principalmente nos momentos mais difíceis.

Um pet também tem o poder de ajudar significativamente na saúde emocional de quem se divorcia ou sofre qualquer tipo de separação. Sendo assim, além da prevenção da depressão e a diminuição da angústia, a lista de benefícios proporcionados por ele também inclui o aumento da participação, do bem-estar e da interação social do idoso.

Aumentam a socialização

Geralmente, as pessoas têm mais facilidade em se relacionar verbal e visualmente com outras que caminham em companhia de um bichinho de estimação. Além disso, é comum que contem histórias divertidas sobre seus animais, o que acaba se tornando um ponto de partida para um produtivo diálogo entre amigos, familiares e visitas.

Com os idosos, esse fator não é diferente. Portanto, os gatos e os cachorros podem ser uma excelente ponte para a socialização justamente por terem a capacidade de gerar uma maior empatia, quebrar o gelo e despertar a comunicação, fator essencial para o bem-estar e a saúde cognitiva e emocional de qualquer pessoa.

Afastam o estresse

Ter animais de estimação também ajuda a eliminar o estresse, pois acariciar e brincar com um cachorro ou um gato eleva as taxas de serotonina e ocitocina — neurotransmissores que atuam regulando o bom humor, o sono, o apetite e as dores.

Diante disso, os níveis de ansiedade e irritação são diminuídos, proporcionando sensação de calmaria, conforto e melhora do ânimo, principalmente de quem tem falhas na memória ou demonstra comportamentos agitados, intolerantes ou agressivos. Os bichos também acabam incentivando brincadeiras, exercícios e risos, o que pode ajudar a impulsionar o sistema imunológico e aumentar a energia dos idosos.

Reduzem os riscos de doenças

Além de proporcionarem muito amor, cães, gatos e outros bichos também ajudam o coração dos donos de outra maneira. Segundo pesquisas dos Centros de Controle e Prevenção de Doenças (CDC) e do Instituto Nacional de Saúde (NIH), nos Estados Unidos, criar animais de estimação em casa ajuda a diminuir os níveis de pressão alta, colesterol e triglicérides no sangue.

Atentar-se ao bem-estar de um bichinho também faz com que o idoso tenha uma nova atividade diária e fique mais ocupado e relaxado. Isso, consequentemente, proporciona uma rotina menos entediante e minimiza os riscos de um futuro ataque cardíaco, além de prevenir outras doenças cardiovasculares e aumentar a expectativa de vida.

Proporcionam mais segurança

Entre os principais benefícios dos animais de estimação para os idosos também está a segurança do lar. Além de alertarem sobre a presença de estranhos na casa por meio de latidos, os cães também podem inibir a entrada de invasores ou possíveis assaltantes, garantindo a integridade dos seus donos. Os gatos, por sua vez, eliminam os ratos e outras pragas que podem adentrar na residência e transmitir doenças.

Mesmo que esses fatores não garantam total segurança, ter a companhia de um pet já é um fator que transmite grande sensação de proteção. Esse sentimento torna a vida dos idosos muito mais tranquila e feliz.

Exercitam a memória

Manter uma rotina de cuidados com um animal de estimação, como dar comida, água, banho e sair para passear, também é uma excelente maneira de exercitar a memória dos idosos e prevenir certas deficiências cognitivas.

Essas práticas diárias também podem contribuir para evitar lesões cerebrais e agitar a rotina doméstica dessas pessoas, que em grande parte das vezes é maçante, entediante e limitada. Não é demais?

Vários idosos acabam fazendo de seus animais de estimação os companheiros de uma vida toda, justamente por serem muito carinhosos e retribuírem toda a atenção que é dispensada a eles. Além disso, são excelentes companhias, principalmente para aqueles que moram sozinhos e precisam de companhia, carinho e cuidados especiais. Portanto, podemos concluir que esses bichinhos podem ajudar a melhorar a saúde na terceira idade e promover um envelhecimento saudável e muito mais feliz.

Se você gostou de conhecer os principais benefícios que os animais de estimação proporcionam ao idoso e conhece mais algum, aproveite para deixar o seu comentário abaixo e compartilhe a sua opinião conosco!